Resenha de Swag, Cambria Hebert
Resenha de Séries: Eyewitness
Resenha de Seduzida Por Um Guerreiro Escocês, Maya Banks




30 de junho de 2015

Resenha: Quero ser vintage, Lindsey Leavitt



Quero ser vintage
Autora: Lindsey Leavitt
Gênero: Romance
Editora: Benvirá
Páginas: 288

SinopseDepois de descobrir que foi traída virtualmente, Mallory não pensou duas vezes antes de xingar Jeremy em uma rede social e sumir do mapa. Ela decidiu ser totalmente vintage e viver com o sua avó quando era adolescente, nos anos sessenta, época em que as relações iam além da superficialidade das redes sociais.
Mas Mallory não imaginava que viver sem tecnologia seria tão difícil. Como fazer as pesquisas da escola sem internet? Como esquentar um lanche sem a praticidade do micro-ondas? Como falar com as amigas sem mensagens do celular ou e-mail?
“Quero Ser Vintage” apresenta as semelhanças e as diferenças dessas duas épocas de maneira muito divertida, mas o que torna a leitura ainda mais irresistível são inesperadas reviravoltas e as relações entre personagens tão reais.


Eu AMEI a proposta do livro. A sinopse me deixou louca para lê-lo. E essa capa?! Linda demais! E aí eu o li. Eu gostei, bastante, mas eu tenho que admitir que me decepcionei um pouquinho.

Mallory, como toda adolescente, ama a tecnologia, mas saber que seu namorado a estava traindo com uma total desconhecida pela internet a deixa traumatizada, então ela decide viver como sua avó na adolescência, sem tecnologia, e isso quer dizer sem celular, sem computador, sem microondas... Mallory acaba descobrindo que será uma tarefa mais difícil do que ela imaginava.

Quero ser vintage está na minha lista de livros para se ler em um dia. A leitura flui de uma maneira que quando você se dá conta, ué, mas já acabou?! Só que nesse caso não é totalmente bom. Eu senti falta de uma conexão minha com os personagens. Eu nem consegui ficar apaixonada por Oliver, par romântico de Mallory! Eu também queria que a autora, Lindsey Leavitt, tivesse explorado um pouco mais a proposta do livro, de Mallory ficando sem tecnologia! E ela também era um pouco infantil demais para uma adolescente...

Mas logicamente este livro não tem só pontos negativos! Ele me arrancou algumas risadas com as loucurinhas da personagem e me fez conhecer uma banda I-N-C-R-Í-V-E-L chamada Jimmy Eat World (a música que me apresentou a banda estará no fim do post). Gostei de como a autora mostrou como nós somos muito dependentes à tecnologia, de como nos expomos muito e nos expõe muito também. Mostrou como algo postado em uma rede social sem pensar pode criar muita confusão e ir parar na vida real. E mostrou que não precisamos completamente da tecnologia para sermos felizes 

Se você está a procura de um livro engraçadinho e pra se distrair, aí está!

Avaliação: ★★★




Até mais, pessoal!


XOXO
Tiça, Uma Leitora


Filmow  Skoob  Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo